SISTEMAS DE FIXAÇÃO

SISTEMAS ISO

 

O sistema de fixação ISO é a interface original, e por sua confiabilidade e resultados, continua a ser usado frequentemente nas indústrias em geral. Seus resultados foram aprovados por décadas, e mesmo após o surgimento do sistema HSK, continua sendo uma solução prática para as máquinas-ferramenta mais comuns.

SISTEMAS HSK

 

Uma evolução do sistema ISO, o sistema HSK foi criado como parte de uma pesquisa pela Universidade RWTH, da cidade de Aachen – Alemanha, com participação conjunta de empresas reconhecidas. A Ott Jakob, desde o início do projeto, desempenhou um papel de liderança na criação do sistema HSK.

Desde sua padronização, o sistema HSK se tornou a principal interface para tecnologias de fixação de ferramentas. Devido a combinação entre a flange e as superfícies de contato, o sistema HSK é ideal para usinagens de alta precisão e qualidade de acabamento, mesmo nos menores detalhes.

O sistema HSK tem uma estrutura menor e mais leve, se comparado ao sistema ISO, o que permite uma troca de ferramenta mais rápida, além de possibilitar uma maior velocidade de trabalho. Devido a sua excelente capacidade de transmissão de torque e sua estabilidade, o sistema HSK também é ideal para ser usado em usinagem pesada.

SISTEMAS PSC (CAPTO)

 

O sistema PSC (conhecido também como CAPTO) é uma interface poderosa com eficiência já comprovada, especialmente em máquinas multitarefas. Seu lançamento no mercado ocorreu em 1990 sob o nome Coromant CAPTO®, foi posteriormente padronizado internacionalmente através da norma ISO 26623, assim que sua patente expirou.

Sua principal característica é seu design único em forma de polígono, que, devido a sua propriedade auto-centrante, previne de maneira eficiente desvios radiais e axiais. Através de sua precisão no contato entre as superfícies, este sistema permite um melhor posicionamento da ferramenta e a reprodução de trocas de maneira precisa.

A interface PSC apresenta alta rigidez devido ao seu maior diâmetro. Além disso, uma distribuição balanceada do torque através da sua superfície de forma poligonal, possibilita a máxima estabilidade.

SISTEMAS KM4X®

 

A alta performance do sistema KM4X® foi desenvolvida para atender a necessidades especificas do trabalho com materiais de difícil usinagem, como por exemplo ligas de titânio. O sistema KM4X permite que se utilize todo o potencial da máquina em processos mais difíceis e desafiadores.

O porta-ferramentas é fixado por 4 esferas que são radialmente forçadas contra a superfície do porta-ferramentas durante o processo de fixação. O contato com as superfícies do porta-ferramentas permite a máxima estabilidade e distribui de maneira otimizada a força de fixação.

O sistema KM4X é produto de um desenvolvimento exclusivo da parceria entre a Ott-Jakob e a Kennametal.

Nossa diversidade de sistemas modulares de fixação permite a formação de um sistema completo. Adaptadores tipo KM e KM4X estão disponíveis para a verificação da força de fixação do sistema através do nosso equipamento Power Check II.

whats_edited.png